Justiça afasta presidente – Waves

Gabriel Macedo
Adalvo Argolo deixa o cargo de presidente da CBSurf.

Segundo informações de Lauro Jardim, do jornal O Globo, o presidente Adalvo Argolo foi afastado provisoriamente do cargo de presidente da CBSurf (Confederação Brasileira de Surf).

O pedido teria sido feito pelo vice-presidente da entidade, Guilherme Pollastri, e acatado pela Justiça Federal de Brasília.

A alegação feita por Pollastri foi administração temerária e falta de conhecimento sobre a forma que Argolo administra os recursos públicos federais.

A Justiça levou em consideração que Argolo está inadimplente com a prestação de contas da entidade e afastou o presidente. Assim, Pollastri assume provisoriamente a presidência da CBSurf, até nova decisão judicial.

Em reportagem publicada pelo blog Olhar Olímpico, uma das razões para o imediato afastamento de Adalvo é que a entidade não fica no endereço fornecido à Justiça tanto pelo Ministério do Esporte quanto pelo Comitê Olímpico do Brasil.

Um oficial de Justiça teria tomado conhecimento de que fazia faz pelo menos dois anos que CBSurf saiu de lá para um endereço desconhecido.

O afastamento foi determinado em caráter liminar pelo juiz federal substituto da Vara Cível de Brasília, Anderson Santos da Silva.

De acordo com o blog Olhar Olímpico, o juiz escreveu que a continuidade da gestão de Adalvo Argolo pode ocasionar ainda mais prejuízos à entidade e aos recursos federais que recebe.

Em setembro deste ano, a CBSurf desistiu de última hora de levar a delegação brasileira ao ISA World Surfing Games, no Japão. A alegação foi a dificuldade nos trâmites para a obtenção de vistos.

Devido à grande repercussão do caso, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) emitiu nota e disse que a desistência foi devido à diversas dificuldades operacionais internas da CBSurf para contratação de passagens aéreas, hospedagem, alimentação e aluguel de veículo, que poderiam acarretar problemas na futura prestação de contas da entidade junto ao comitê.

Adalvo então se pronunciou e confirmou que o risco de não atender a todos os requisitos necessários para a prestação de contas ao COB era alto, pois a entidade tem uma estrutura muito pequena em relação a outras modalidades olímpicas, e que isso poderia tornar a CBSurf inadimplente.

Neste fim de semana (15 e 16), a entidade promove em Salvador (BA) a última etapa do CBSurf Júnior Tour, o circuito brasileiro para atletas de até 18 anos.

O Waves entrou em contato com Adalvo Argolo. O dirigente disse que não recebeu nenhuma notificação até o momento e que a última etapa do Brasileiro não seria afetada por isso. Sobre o endereço inexistente, Adalvo disse que existe uma ata publicada no site da CBSurf sobre a mudança da sede.

Confira mais detalhes em nossas próximas atualizações.

Texto atualizado às 21:35h (horário de Brasília) desta quinta-feira.

Source: Justiça afasta presidente – Waves

Deixe uma resposta